UTILIZAÇÃO DO MÉTODO OVAKO WORKING POSTURE ANALYSING SYSTEM (OWAS) NO VALE DO SÃO FRANCISCO: UM ESTUDO DE CASO

Mônica Ferreira de Brito Rocha, Pedro Vieira Souza Santos, Naiane Talita dos Santos Damasceno

Resumo


As atividades agrícolas são situações de trabalho não-estruturadas, onde, devido à mobilidade física e funcional dos trabalhadores, torna-se difícil definir o posto de trabalho e os mesmos são expostos a vários riscos, dentre eles os riscos ergonômicos. Nesse sentido, a Análise Ergonômica do Trabalho (AET) caracteriza-se como uma ferramenta essencial não apenas para os gestores das organizações, mas principalmente para os próprios trabalhadores, uma vez que proporciona benefícios a ambos. Assim, levando em consideração os riscos existentes no ambiente de trabalho agrícola, o presente estudo teve por objetivo realizar uma Análise Ergonômica do Trabalho (AET) com a utilização do método Ovako Working Posture Analysing System (OWAS). Por fim, a partir da análise dos dados coletados, conseguiu-se identificar formas de manipulação de materiais, postura e condições de trabalho inadequados. Entretanto, a partir desta análise, foram sugeridas recomendações ergonômicas com o intuito de melhorar significativamente o setor estudado, onde, espera-se um aumento de produtividade e melhor conforto ao operador no seu posto de trabalho.

Palavras-chave


Ergonomia; AET; Vale do São Francisco.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254782rmetg2020vol5n51050

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Mônica Ferreira de Brito Rocha, Pedro Vieira Souza Santos, Naiane Talita dos Santos Damasceno

Revista Mundi Engenharia, Tecnologia e Gestão ISSN 2525-4782

Qualis: B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, B5 - Comunicação e Informação, B5 - Engenharias III