DESEMPENHO TÉRMICO DE UM CONJUNTO HABITACIONAL DE INTERESSE SOCIAL - ESTUDO DE CASO EM PELOTAS/RS

Leonardo Rodrigues Leite, Maria Tereza Fernandes Pouey, Liércio André Isoldi, Michel Kepes Rodrigues

Resumo


 

O desempenho térmico de uma edificação é um fator importante em habitações quando existe a preocupação com o conforto do usuário, muitas vezes, desconsiderado quando se refere a habitações de interesse social. Uma edificação projetada para o clima no qual está inserida tem maior potencial em fornecer conforto térmico, além de economizar energia. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho térmico, segundo as diretrizes da norma técnica brasileira Edificações Residenciais – Desempenho – NBR 15575/2013, de um conjunto habitacional de interesse social localizado na zona bioclimática 2. A avaliação de desempenho térmico foi realizada através dos procedimentos citados nesta norma: simplificado e simulação computacional. O método simplificado prevê o atendimento a valores limites de transmitância térmica e capacidade térmica da envoltória da edificação, especificamente, paredes externas e cobertura. Para a simulação computacional foi empregado o software EnergyPlus, o qual, a partir de arquivos climáticos e de modelo tridimensional da edificação, é capaz de reproduzir os efeitos do clima sobre a edificação e determinar o comportamento térmico da mesma. Os resultados demonstram que o empreendimento atende à norma NBR 15575/2013, quando empregado o método simplificado, e atinge o desempenho mínimo pelo método de simulação computacional.

      

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254782rmetg2020vol5n51358

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Leonardo Rodrigues Leite, Maria Tereza Fernandes Pouey, Liércio André Isoldi, Michel Kepes Rodrigues

Revista Mundi Engenharia, Tecnologia e Gestão ISSN 2525-4782

Qualis: B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, B5 - Comunicação e Informação, B5 - Engenharias III