QUANTIDADE DE RESÍDUOS DE CONTRUÇÃO NA OBRA DE UMA HABITAÇÃO DE LSF COMPARADA COM UMA EM ALVENARIA CONVENCIONAL

Bárbara Holzmann Mass, Sergio Fernando Tavares

Resumo


A construção civil é uma atividade grande geradora de impactos ambientais devido a fatores como: elevado consumo de recursos naturais, poluição ambiental, grande consumo de energia, alto índice de perdas e desperdícios, e geração de resíduos. No Brasil, ela é, em sua maioria, baseada em técnicas construtivas consideradas tradicionais e que acarretam grande consumo de matéria-prima e elevados índices de perdas. Um exemplo é a alvenaria de tijolos convencional que, apesar de muito utilizada, se prova ineficiente do ponto de vista ambiental, devendo ser substituída por outras tecnologias mais eficientes. A literatura técnica, neste sentido, aponta o Light Steel Framing (LSF) como uma alternativa para esta situação. Assim, esta pesquisa objetiva estimar a quantidade de resíduos de construção civil (RCC) gerados na construção de uma edificação padrão concebida em LSF em comparação com uma em alvenaria convencional. Para tal, foi concebido um experimento de campo a partir do acompanhamento da obra de uma edificação residencial de pequeno porte construída em LSF no município de Ponta Grossa/PR, e sobre a qual foi simulada a mesma construção em alvenaria convencional, utilizando-se dados da literatura técnica.  O acompanhamento da obra original em LSF indica um total de materiais adquiridos de 42,64t contra 114,23t da simulação em alvenaria convencional. Além disso, as quantidades de resíduos geradas foram de 5,51t (0,095t/m²) e 35,84t (0,616t/m²), respectivamente. Os resultados mostram que a edificação construída em LSF, além de ser muito mais leve, gera uma quantidade de resíduos muito menor e possui menos da metade do índice de perdas do que a mesma se construída em alvenaria convencional, indicando claros atributos de sustentabilidade.


Palavras-chave


sustentabilidade; resíduos de construção civil; Light Steel Framing; alvenaria convencional.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254782rmetg2017vol2n2353

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Bárbara Holzmann Mass, Sergio Fernando Tavares

Revista Mundi Engenharia, Tecnologia e Gestão ISSN 2525-4782

Qualis: B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, B5 - Comunicação e Informação, B5 - Engenharias III

 

Bases indexadas