METODOLOGIA PARA PROTOTIPAGEM RÁPIDA DE BIOMODELOS DIDÁTICOS A PARTIR DE IMAGENS MICROTOMOGRÁFICAS

Julio Cesar Latini Stutz, Joel Sanchéz Dominguéz, Joaquim Teixeira de Assis

Resumo


A utilização de biomodelos feitos em cera, resina ou plástico são amplamente utilizados para fins didáticos em estudos de anatomia e biologia, porém estão restritos um número limitado de produtos oferecidos no mercado. Considerando a grande quantidade e variedade de equipamentos e técnicas de prototipagem rápida disponíveis estão possibilitando inúmeras oportunidades nesta área. A combinação destes equipamentos com uma técnica não destrutiva de aquisição de imagens como a Microtomografia Computadorizada (µCT) é possível criar protótipos de biomodelos para as mais diversas aplicações. O processo de construção e prototipagem destes biomodelos não é trivial e envolve diversas etapas e várias técnicas de segmentação e tratamento de imagens 2D e 3D. Neste trabalho apresentamos passo a passo a metodologia utilizada para a obtenção destes protótipos para fins didáticos partindo-se de imagens de microtomográficas de ossos de raros animais e de tamanho reduzido até sua reprodução em um equipamento de prototipação rápida usando a tecnologia Fused Deposition Modeling (FDM). Os resultados obtidos como esta metodologia mostraram-se consistentes, permitindo a reprodução destes biomodelos em diversos tamanhos, a baixo custo e com qualidade suficiente para usa utilização para fins didáticos.

Palavras-chave


Prototipagem rápida, Biomodelos, Microtomografia Computadorizada

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254782rmetg2018vol3n2504

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Julio Cesar Latini Stutz, Joel Sanchéz Dominguéz, Joaquim Teixeira de Assis

Revista Mundi Engenharia, Tecnologia e Gestão ISSN 2525-4782

Qualis: B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, B5 - Comunicação e Informação, B5 - Engenharias III

 

Bases indexadas