REDES DE AFILIAÇÃO NO ENSINO DE FÍSICA BRASILEIRO: UMA ANÁLISE DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÕES POR MEIO DE REDES SOCIAIS E COMPLEXAS

Jefferson Oliveira do Nascimento, Hernane Borges de Barros Pereira, Marcelo Albano Moret

Resumo


O presente artigo apresenta um estudo realizado em uma rede semântica de afiliação tendo como base os autores de dissertações, teses de doutorado e de livre docência, realizados em Ensino de Física no Brasil, na década de 1996-2006. Utilizamos a teoria dos grafos e a teoria de redes sociais e complexas para o presente estudo. A conexão na rede é estabelecida entre os autores de dissertações e teses e os cursos de pós-graduações pertencentes às instituições de ensino. Foram verificadas as medidas de centralidade de grau, intermediação e proximidade pertencentes às redes sociais e, as métricas pertencentes às redes complexas como metodologia de análise. Inicialmente foi realizado um tratamento nos dados coletados para a posterior utilização de softwares. Os resultados indicaram 589 atores (autores dos trabalhos) e 118 eventos (com 54 instituições de ensino e os programas de pós-graduações nestas instituições de ensino). Assim, a rede apresentou 707 vértices, 607 arestas e 106 componentes, espaça (baixa densidade) e grau médio aproximado, igual a 2, indicando no máximo, duas conexões por autores em um programa de pós-graduação. Em temos de medidas de centralidades, os resultados também indicaram que, os programas de pesquisas e instituições de ensino do Sudeste e Sul se destacaram, bem como as pesquisas em programas de pós-graduações em Ensino de Ciências e Educação.

Palavras-chave


Teoria de Redes; Redes Sociais; Redes Complexas; Redes Semânticas; Ensino de Física.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254782rmetg2018vol3n2543

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Jefferson Oliveira do Nascimento, Hernane Borges de Barros Pereira, Marcelo Albano Moret

Revista Mundi Engenharia, Tecnologia e Gestão ISSN 2525-4782

Qualis: B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, B5 - Comunicação e Informação, B5 - Engenharias III

 

Bases indexadas