ESTIMATIVA DO DIÂMETRO DAS GOTÍCULAS RESULTANTES DO BLOWOUT DE UM POÇO DE PETRÓLEO – ESTUDO DE SENSIBILIDADE

Jader Lugon Junior, Pedro Mello Paiva, Antônio José da Silva Neto

Resumo


O blowout de um poço de petróleo lança hidrocarbonetos para o ambiente marinho sob a forma de gotículas de óleo e bolhas de gás. Como foi possível observar no acidente da Deepwater Horizon, no Golfo do México, em 2010, parâmetros como a profundidade do vazamento, as propriedades físico-químicas do óleo, as correntes oceânicas e a dimensão das gotículas de óleo, podem impor deslocamentos horizontais significativos à pluma. O diâmetro das gotículas é fator de extrema relevância para as simulações da trajetória da pluma em subsuperfície. Porém, é um parâmetro muito difícil de ser estimado. Este trabalho é relativo a um estudo de caso empregando o módulo Water da plataforma MOHID (MOdelagem HIDrodinâmica) na região da Bacia de Campos, sendo gerados e analisados os resultados das soluções lagrangianas de vazamentos de óleo em águas profundas, para cenários de diferentes diâmetros de gotículas. Utilizando uma análise de sensibilidade, o espalhamento da mancha de óleo foi identificado como uma possível variável para estimativa do diâmetro das gotículas.

Palavras-chave


Modelagem Hidrodinâmica, Blowout, Diâmetro das Gotículas, Análise de Sensibilidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254782rmetg2018vol3n3635

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Jader Lugon Junior, Pedro Mello Paiva, Antônio José da Silva Neto

Revista Mundi Engenharia, Tecnologia e Gestão ISSN 2525-4782

Qualis: B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, B5 - Comunicação e Informação, B5 - Engenharias III

 

Bases indexadas