DESENVOLVIMENTO DE BIOSSENSOR EM MICROSCÓPIO DE FORÇA ATÔMICA PARA DETERMINAÇÃO DE GLIFOSATO EM MATRIZES AMBIENTAIS

Monica Santana Vianna, Jhonny Huertas Flores, Susane Vieira dos Santos, João Paulo Machado Torres, Antônio José da Silva Neto

Resumo


A preocupação com os níveis de agrotóxicos no meio ambiente têm motivado grupos de pesquisa no mundo inteiro a aperfeiçoar as metodologias para a sua determinação em diferentes amostras. A necessidade de metodologias analíticas mais simples tem impulsionado o desenvolvimento de sensores biológicos desde a década de 1980/90, sendo que a presença dos interferentes tem limitado suas aplicações. Os biossensores em plataforma de Microscópios de Força Atômica (MFA) permitem o controle das condições do meio para a resposta mais adequada à presença do compostos de interesse e medidas de espectroscopia de força e imagem pontuais que permitem a medição de interações moleculares. O objetivo deste trabalho é definir as condições para a imobilização da albumina bovina sérica (BSA) e para a medida de sua interação com a molécula de glifosato. A metodologia consiste na definição das condições para a complexação na presença de interferentes: conformação mais adequada da molécula do sensor e forma química do analito). Os métodos de espectroscopia de fluorescência foram adotados para os estudos de formação de complexos BSA-glifosato. Os espectros de fluorescência da BSA evidenciaram a complexação com o herbicida na razão estequiométrica 1:1 sob condições específicas de pH e força iônica definidas em modelo empírico. A espectroscopia de força realizada com ponteira de nitrato de silício funcionalizada com BSA evidenciaram interações moleculares significativas com o herbicida. Os ensaios baseados na fluorescência intrínseca da BSA foram eficientes para definir as condições de imobilização do sensor e de medida de força da interação BSA-glifosato com vistas à aplicação em amostras com presença de interferentes. As medidas de espectroscopia de força confirmaram as condições experimentais para realizar a validação do biossensor.


Palavras-chave


Biossensor, Glifosato, Albumina, Microscopia de Força Atômica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254782rmetg2018vol3n3654

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Monica Santana Vianna, Jhonny Huertas Flores, Susane Vieira dos Santos, João Paulo Machado Torres, Antônio José da Silva Neto

Revista Mundi Engenharia, Tecnologia e Gestão ISSN 2525-4782

Qualis: B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, B5 - Comunicação e Informação, B5 - Engenharias III

 

Bases indexadas