ÍNDICE DE SALUBRIDADE AMBIENTAL DO DISTRITO DE RIO BONITO, MUNICÍPIO DE FRANCISCO ALVES/PR

Edinei Aparecido Mora, Solano Ribeiro Soares, Alex Issamu Moriya, Osmar Dias Vicente, Máriam Trierveiler Pereira, Norma Barbado

Resumo


A busca por melhor qualidade de vida está promovendo movimentos migratórios para localidades mais salutares. A identificação desses locais é possível pelo uso de ferramentas analíticas, como o Índice de Salubridade Ambiental, capaz de quantificar indicadores que levam em consideração fatores intrinsecamente ligados ao tripé da sustentabilidade. Para contribuir com a gestão pública e com a população, este trabalho teve como objetivo calcular o Índice de Salubridade Ambiental do Distrito de Rio Bonito, município de Francisco Alves – PR, a partir de parâmetros socioambientais urbanos. Como resultado, obteve-se 65,5 pontos, que na metodologia proposta, classifica o local como de média salubridade. No estudo foram considerados dados secundários (informações institucionais) com posterior elaboração do Diagrama de Pareto, que aponta as principais necessidades para melhorar as condições locais e consequentemente, seu índice de salubridade.

 


Palavras-chave


Indicadores qualitativos; Qualidade de Vida; Salubridade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254782rmetg2020vol5n5965

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Edinei Aparecido Mora, Solano Ribeiro Soares, Alex Issamu Moriya, Osmar Dias Vicente, Máriam Trierveiler Pereira, Norma Barbado

Revista Mundi Engenharia, Tecnologia e Gestão ISSN 2525-4782

Qualis: B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, B5 - Comunicação e Informação, B5 - Engenharias III