O PROGRAMA NACIONAL DE FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR (PRONAF B) NO MUNICÍPIO DE DOUTOR SEVERIANO/RN.

Clefson Fernandes, Andria Carla Araújo da Silva

Resumo


O semiárido nordestino é historicamente um lugar de dificuldades para aqueles que vivem no campo, assim, as políticas públicas voltadas para este setor visam melhorar as condições do pequeno produtor. Neste sentido, o presente trabalho tem por objetivo caracterizar e compreender as mudanças pelas quais passaram os agricultores familiares do Município de Doutor Severiano, no período de 2003-2012, a partir da política pública do Pronaf grupo B. Doutor Severiano/RN está localizado no extremo sudoeste do Rio Grande do Norte. A pesquisa é de caráter qualitativo, utilizando-se de uma abordagem indutiva, os dados primários foram coletados na observação e visita em campo, já os dados secundários foram coletados na sede do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Norte (Emater-RN), em Doutor Severiano e no Banco do Nordeste, localizado em Pau dos Ferros-RN, além do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Por fim entende-se que, embora o Pronaf B tenha se mostrado importante para os pequenos agricultores/produtores, a falta de informação técnica tem contribuído para perpetuação de um ultrapassado modo de produção, no sentido de que, os investimentos têm sido feitos em sua maioria para compra de gado, visando sua engorda e revenda, assim como, continua nessas áreas uma agricultura rudimentar, condicionada por uma estação chuvosa historicamente.


Palavras-chave


Agricultura. Pronaf B. Política Pública.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254790rmmaa2016vol1n128

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Clefson Fernandes, Andria Carla Araújo da Silva

Revista Mundi Meio Ambiente e Agrárias ISSN 2525-4790

Qualis: B2 - Sociologia, B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo