QUANTIFICAÇÃO DE AERÓBIOS MESÓFILOS PRESENTES EM AMOSTRAS DE CARNE BOVINA MOÍDA COMERCIALIZADAS EM PALMAS – PR

Kely Priscila de Lima, Angela Haoack, Diego Matos Favero, Kátia Caroline França Dalanhol

Resumo


Resumo: Doença transmitida por alimento (DTA) é um termo aplicado a um conjunto de sintomas que possuem origens distintas e caracterizam um estado de adoecimento específico. A carne moída bovina, devido ao grande consumo entre a população brasileira, pode ser considerada um veículo de transmissão de infecções e/ou intoxicações alimentares ocasionadas por micro-organismos patogênicos. Tendo em vista essa importância, o objetivo deste trabalho foi analisar a contagem de aeróbios mesófilos na carne bovina moída comercializada no município de Palmas – PR, a fim de atestar as condições higiênico-sanitárias durante o seu processamento. A metodologia consistiu em

um estudo quantitativo experimental. Foram analisadas amostras de carne moída bovina durante os meses de abril e maio de 2016 em cinco redes de supermercados da cidade de Palmas – PR, as quais foram denominadas A, B, C, D e E. A quantificação de micro-organismos em alimentos foi realizada através da contagem total de micro-organismos aeróbios mesófilos em placas, utilizando o meio de cultura Plate Count Agar (PCA). Realizou-se a leitura em 48 horas em placas com limite mínimo e máximo de 25 e 250 colônias. A média do número das colônias contadas nas placas em duplicata, multiplicada pelo fator de diluição das placas correspondentes, forneceu o número de micro-organismos mesófilos por grama da amostra analisada. Observou-se com os resultados alcançados que 60% das amostras apresentaram contagem na ordem de 104 UFC/g, porém o estabelecimento C apresentou 1,17 x 105 UFC/g, e o D com 2,06 x 106 UFC/g. Dessa forma, relacionado à qualidade microbiológica, as amostras analisadas encontram-se com elevadas populações de micro-organismos aeróbios mesófilos, constatando-se a necessidade do completo cozimento desse alimento, bem como a adoção das Boas Práticas de Fabricação por parte dos estabelecimentos comerciais.


Palavras-chave


Doenças transmitidas por alimentos. Contaminação. Microbiologia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254790rmmaa2018vol3n1369

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Kely Priscila de Lima, Angela Haoack, Diego Matos Favero, Kátia Caroline França Dalanhol

Revista Mundi Meio Ambiente e Agrárias ISSN 2525-4790

Qualis: B2 - Sociologia, B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo