A TEORIA ATOR REDE COMO MÉTODO PARA ABORDAGEM SOURCE TO SEA

Ellen Joana Nunes Santos Cunha, Allan Paul Krelling

Resumo


O objetivo dessa pesquisa é demonstrar por meio da Teoria Ator Rede os actantes envolvidos na abordagem Source to sea e o mapa de ligações entre os ecossistemas naturais e a proposta Source to sea. O método utilizado foi a Teoria Ator Rede de Bruno Latour, por meio da aplicação de associações rastreáveis para a composição da rede. O estudo permitiu perceber que a abordagem Source to sea possui conexões e interconexões como alianças, fluxos e mediações nas dimensões sociais e ambientais, permitindo a visualização de uma rede. A abordagem Source to sea, preenche uma possível ausência de soluções no entendimento entre os actantes, que tem por base compreender a cooperação transfronteiriça da água e suas possíveis pressões. Conclui-se que a promoção de ações transfronteiriças e locais via abordagem source to sea de gestão para o devido saneamento dos cursos naturais da água, destacam uma grande rede de fluxos nos principais ecossistemas do planeta.

Palavras-chave


Teoria Ator Rede. Source to sea. CTS. Gestão da Água.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254790rmmaa2020vol5n11290

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Ellen Joana Nunes Santos Cunha, Allan Paul Krelling

Revista Mundi Meio Ambiente e Agrárias ISSN 2525-4790

Qualis: B2 - Sociologia, B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo