TOPOFILIA E TOPOFOBIA NOS PROCESSOS DE REALOCAÇÃO: ESTUDO DE CASO DA VILA BECKER – PARANAGUÁ, PARANÁ

Giovanna Martins dos Santos, Isis Reichow Coutinho, GISLAINE GARCIA DE FARIAS, Manuela Dreyer da Silva

Resumo


O presente trabalho objetivou identificar e compreender as relações de topofilia e topofobia existentes na fração populacional do município de Paranaguá, Paraná, que residia no bairro Vila Becker e foi realocada para o Bairro Porto Seguro. A realocação foi ocasionada por conflitos socioambientais decorrentes da localização da V. Becker na chamada Zona de Interesse Portuário (ZIP), no entorno imediato de empresas que têm atividades relacionadas ao Porto de Paranaguá. Para compreender as relações que as pessoas possuem com o lugar onde habitam e a sua importância nos processos de realocação, este trabalho se baseou no estudo da singularidade do indivíduo, tendo como base os conceitos de topofilia (elo afetivo entre o indivíduo e o lugar) e topofobia (conceito no qual o lugar se torna desagradável ao indivíduo, podendo induzir à ansiedade e depressão). Para o estudo, foram realizadas 10 entrevistas semi-estruturadas, as quais favoreceram a descrição das atitudes e dos valores dos indivíduos quanto ao lugar. As informações foram analisadas nas seguintes categorias: topofobia e topofilia da Vila Becker; topofobia e topofilia do bairro Porto Seguro e processo de realocação. A partir dessas categorias foi possível descrever algumas percepções socioambientais relacionadas com processos de realocação. Além disso, foram consideradas notícias relacionadas ao tema para elaboração de uma linha do tempo sobre este processo ocorrido na Vila Becker. As análises permitiram a compreensão de que as relações de topofilia e topofobia ocorrem em ambos os espaços geográficos.


Palavras-chave


Topofilia. Topofobia. Realocação. Percepção Socioambiental

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254790rmmaa2019vol4n21133

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Giovanna Martins dos Santos, Isis Reichow Coutinho, GISLAINE GARCIA DE FARIAS, Manuela Dreyer da Silva

Revista Mundi Meio Ambiente e Agrárias ISSN 2525-4790

Qualis: B2 - Sociologia, B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo