O FENÔMENO MMA: RENDIMENTO, SUPLEMENTAÇÃO E DOPING

Guilherme Meira Rodrigues, Vivian de Oliveira, Arthur Bernardino Domene Sena, Kauan Galvão Morão, Renato Henrique Verzani, Afonso Antonio Machado, Ivan Wallan Tertuliano

Resumo


Os primeiros registros do uso das substâncias que melhoram o desempenho atlético começaram na antiguidade. Assim, o objetivo deste trabalho foi analisar a utilização de métodos de dopagem e suplementação por atletas amadores e profissionais de MMA. O trabalho foi realizado com quinze atletas amadores e profissionais, do sexo masculino e que praticam MMA há pelo menos dois anos. Os atletas responderam um questionário com questões de múltipla escolha, relevantes para os objetivos desta pesquisa. Os resultados demonstraram que, dos quinze atletas entrevistados, apenas dois responderam que nunca fizeram uso de suplementos alimentares, e quatro responderam que já fizeram uso de esteroides anabolizantes. Todos os quinze atletas dizem conhecer os efeitos colaterais do uso de anabolizantes, sendo que quatorze deles dizem conhecer um ou mais companheiros de esporte que já fizeram uso de esteroides. Diante dos resultados, pode-se concluir que o uso de esteroides bastante comum no MMA, nos levando a discutir a relação entre esporte e saúde. 


Palavras-chave


Suplementação. Doping. Atleta. Desenvolvimento Humano

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254766msb2017vol2n2337

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Mundi Saúde e Biológicas (ISSN: 2525-4766)

Revista Mundi Saúde e Biológicas ISSN 2525-4766

 

Bases indexadas