Prevalência de Lesões em praticantes de Parkour

Natália Cristina de Oliveira Vargas e Silva

Resumo


O Parkour é uma modalidade caracterizada pela facilidade de transpor um obstáculo utilizando o corpo como instrumento. Apesar da escassa divulgação da prática nas mídias, o Parkour vem crescendo de modo geral, e academias especializadas já estão presentes em alguns locais do Brasil e do mundo. Entretanto, muitos praticantes não estão cientes dos riscos de lesão atribuídos à prática desta modalidade. Para incentivar uma prática segura e consciente, se faz necessária a constatação das principais lesões sofridas por praticantes da modalidade. O objetivo desse estudo foi verificar a prevalência e o tipo de lesões em praticantes de Parkour. Vinte e cinco praticantes de Parkour há mais de 3 meses, frequentadores de uma academia especializada na modalidade responderam a um questionário a respeito das lesões relacionadas à prática do Parkour. Os resultados mostraram que 56% relataram já ter sofrido algum tipo de lesão. As principais lesões auto-relatadas foram entorses, escoriações, contusões e lesões ligamentares. A articulação mais frequentemente acometida foi a do tornozelo. Conclui-se que a prevalência de lesões entre praticantes de Parkour não difere da verificada em outros esportes de impacto nos membros inferiores, que os membros inferiores são os mais acometidos, e que em sua maioria as lesões são de baixa gravidade.


Palavras-chave


traumatismos em atletas; medicina esportiva; educação física e treinamento

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254766msb2019vol4n1784

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Mundi Saúde e Biológicas (ISSN: 2525-4766)

Revista Mundi Saúde e Biológicas ISSN 2525-4766

 

Bases indexadas