ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA NO ENSINO DE FÍSICA: UMA PROPOSTA ATRAVÉS DO PIBID

Vitor Hugo Alexandrino Fávaro, Felipe Henrique Magno, Delane Nunes França, Mateus Henrique da Veiga Barbosa, Bruno de Sá Beckerle, Caroline Dorada Pereira Portela

Resumo


Este artigo é um estudo acerca da alfabetização científica que tem como objetivo formar cidadãos críticos, questionadores e lógicos, através de propostas de ensino desenvolvidas pelos bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), subprojeto Multidisciplinar, do Instituto Federal do Paraná (IFPR), campus Paranaguá, utilizando-se de intervenções aplicadas no primeiro e segundo anos do ensino médio técnico integrado do próprio IFPR pelo viés do ensino por investigação. Na turma do primeiro ano, o tema abordado foi queda livre, enquanto na turma do segundo ano foi abordado a dilatação dos corpos. Objetivando o processo de alfabetização científica discute-se sobre propostas de ensino inovadoras e a possibilidade de implementação das mesmas no cotidiano de sala de aula. Uma reflexão acerca do discurso que um professor deve ter e a importância da promoção da argumentação em atividades investigativas também são abordadas. Os resultados foram obtidos por meio de uma pesquisa qualitativa e de análises experimentais propostas aos estudantes. Nas intervenções realizadas os alunos passaram de coadjuvantes para vozes ativas dentro de sala de aula, portanto, isto resultou em educandos instigados na investigação científica proposta. O papel dos aplicadores neste caso foi apresentar questionamentos para criar condições para que ocorra a argumentação, promovendo a alfabetização científica.


Palavras-chave


Alfabetização científica. Intervenção. PIBID. Ensino por investigação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254774rmsh2020vol5n11250

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Vitor Hugo Alexandrino Fávaro

Revista Mundi Sociais e Humanidades ISSN 2525-4774

Qualis: B2 - Ensino, B4 - Interdisciplinar, B4 - Psicologia