ANÁLISE DO PLANO NACIONAL DO LIVRO DIDÁTICO NO CONTEXTO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E SOCIEDADE

Heloiza Salvador, Patricia Oliveira

Resumo


O estudo dos documentos que regem as diretrizes para a educação brasileira apresentam relevância no meio acadêmico. Dentre as bases que regem a rede de ensino, neste artigo iremos nos restringir a análise do Plano Nacional do Livro Didático (PNLD). Sendo um programa do governo federal brasileiro que possui como objetivo analisar e distribuir livros didáticos que são utilizados como apoio na prática docente e discente. O objetivo da pesquisa é analisar, por meio da perspectiva da Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS), como os impactos dessa tecnologia (livro didático) na sala de aula (sociedade) interferem no ensino e na aprendizagem da ciência. Ao associar o Plano Nacional do Livro Didático - PNLD ao contexto educacional, é preciso se pautar na ciência, levando em consideração os aspectos epistemológicos de cada ciência e compreender que a tecnologia escolhida, no caso o livro didático, deve abarcar os elementos sociais, ambientais e culturais. Nesse sentido tais questões precisam ser levadas em consideração, pois se pautando no contexto da ciência, tecnologia e sociedade (CTS), a escolha de tais tecnologia necessitam compor o conhecimento necessário que além de ampliar os conceitos científicos fundamentais para a formação do aluno, esses também podem contribuir para a sua emancipação e tomadas de decisão na sociedade. Portanto, o PNLD é uma tecnologia, que para ter um efeito de impacto social, é preciso ser analisada do ponto de vista do contexto CTS.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254774rmsh2020vol5n11328

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Heloiza Salvador, Patricia Oliveira

Revista Mundi Sociais e Humanidades ISSN 2525-4774

Qualis: B2 - Ensino, B4 - Interdisciplinar, B4 - Psicologia