O PROTAGONISMO LOCAL POR MEIO DA DEMOCRATIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO, UM ESTUDO DE CASO: CURSO AGENTE EM INCLUSÃO DIGITAL PROEJA-FIC.

Vantui rodrigues rodrigues, Roberto Martins de Souza

Resumo


 

RESUMO: Discutir o advento do avanço tecnológico e sua influência no processo de democratização da produção e distribuição de informação na sociedade, passa no atual estágio, por considerar o conhecimento mínimo da operação de dispositivos digitais portáteis e do acesso às chamadas redes sociais. Levando em consideração o enfoque dos estudos em Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS). O presente trabalho relata uma experiência de democratização da informação, na região da periferia de Paranaguá, possibilitada pelo Programa Nacional de Integração da Educação Básica com a Educação Profissional na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos (PROEJA) de Formação Inicial e Continuada (FIC) em Agente de Inclusão Digital, organizado pelo Eixo PROEJA do Campus Paranaguá. Nessa proposta de educação profissional a finalidade é que os estudantes desenvolvam habilidades e competências para, dentre outros conteúdos, desenvolver a comunicação popular através da produção e distribuição de material de mídia local relacionado a denúncias sobre a precarização da infraestrutura pública dos bairros, bem como as formas de resistência dos sujeitos da periferia que constroem o espaço urbano em Paranaguá. O intuito da formação é contribuir para o processo social da democratização da informação e da comunicação por meio de uma reeducação do uso das redes sociais.

Palavras-chave: Educação.  Proeja-Fic. CTS. Rede social. Periferia.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254774rmsh2018vol3n1538

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 vantui rodrigues rodrigues

Revista Mundi Sociais e Humanidades ISSN 2525-4774

Qualis: B2 - Ensino, B4 - Interdisciplinar, B4 - Psicologia

 

Bases indexadas