DESIGN E SUSTENTABILIDADE: nexo histórico e categorias de abordagem

Claudio Luiz Mangini, Diane Belusso

Resumo


O presente artigo consiste numa pesquisa bibliográfica, e é parte dos resultados do projeto em andamento, em nível de mestrado acadêmico, intitulado “Design e Sustentabilidade: uma história de conflito e confluência”. A periodização dos movimentos do Design, desde o seu estabelecimento como uma atividade profissional, ao ser relacionado à sustentabilidade, passa pela importância da técnica, pelo despertar para a finitude dos recursos naturais e pela globalização como atual etapa do capitalismo. Por meio deste raciocínio, objetivou-se fazer um levantamento de dados a fim de compreender o nexo histórico entre estes dois campos de estudo, destacando alguns dos principais movimentos históricos ligados ao Design e suas relações com os pilares do desenvolvimento sustentável, reconhecendo fatos e autores como relevantes à era da Sustentabilidade, comenfoque no design clássico e sua importância relacionada à sustentabilidade, e verificando as possíveis interferências do Design em favor do meio ambiente. Os resultados apontam as tendências dos pensadores do design, influenciados pelas demandas da atividade industrial e pelas discussões globais sobre a degradação ambiental; e categorizam as possíveis influências do design dentro da atual fase do pensamento acerca do Desenvolvimento Sustentável. O processo de produção do design, neste caso, também é um processo de produção e de reprodução das relações sociais: é uma questão técnica, econômica e política.


Palavras-chave


sociedade de consumo; história do design; desenvolvimento sustentável

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254774rmsh2018vol3n3634

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Claudio Luiz Mangini, Diane Belusso

Revista Mundi Sociais e Humanidades ISSN 2525-4774

Qualis: B2 - Ensino, B4 - Interdisciplinar, B4 - Psicologia

 

Bases indexadas