COMUNIDADES DE PRÁTICA: A PRÁTICA EDUCACIONAL NA PRÁTICA

Márcia Valéria Paixão, Andressa Torinelli, Marta Gisele Fagundes Dutra

Resumo


Para a abordagem Histórico-Cultural de Vygotsky, a essência humana, construída no social, é resultante de práticas sociais. Isso significa dizer que não há atividade em isolamento, ela só se realiza no coletivo e por meio da comunicação. Tais pressupostos apoiam as práticas educativas da Educação Profissional e Tecnológica (EPT) no Brasil, pela unidade entre teoria e prática a fim de tornar o trabalho uma atividade criadora e fundamental ao ser humano, superando a dualidade cultura geral e técnica. O Documento Base de 2007, que declara as diretrizes dos Institutos Federais, alerta para a necessidade de formação docente em EPT, pois, via de regra, a formação dos professores no Brasil têm origem propedêutica. A fim de contribuir para a mudança dessa realidade, o Instituto Federal do Paraná oferta o Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), buscando atender ao pressuposto de que o processo ensino-aprendizagem deve ser organizado a partir dos conhecimentos formais (currículo) e dos informais, oriundos da prática social que considera o trabalho como princípio. Mas, afinal, o que são práticas educativas na EPT? O presente estudo tem por objetivo refletir sobre os conceitos dessa Prática Educativa sob a perspectiva da Teoria da Aprendizagem Social de Ettiene Wenger que cunhou o conceito de Comunidades de Prática na busca por explicar o caráter social da aprendizagem humana. A metodologia utilizada foi um estudo bibliográfico aliado à experiência da prática adotada na disciplina de Práticas Educativas. Os resultados mostram uma prática educativa que pode ser definida como facilitadora da participação do sujeito ativo nas comunidades sociais, permitindo sua interação por meio de atividades que possuam em si, um significado social, possibilitando a construção de identidades, o sentimento de pertencimento, moldando o fazer e o ser, interpretando e compreendendo aquilo que faz.

Palavras-chave


prática; prática educativa; aprendizagem; social; comunidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254774rmsh2019vol4n2707

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Márcia Valéria Paixão, Andressa Torinelli, Marta Gisele Fagundes Dutra

Revista Mundi Sociais e Humanidades ISSN 2525-4774

Qualis: B2 - Ensino, B4 - Interdisciplinar, B4 - Psicologia