TRABALHAR COM AS MÃOS ENSINA MUITO: A MÃO DE SARAMAGO COMO PARTE DA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGIA DO BRASIL

Irineu Mario Colombo, Carmen Mazepa Ballão, Luiz Carlos Eckstein, Leonir Olderico Colombo

Resumo


O Objetivo deste artigo é contribuir com a história da Educação Profissional, Técnica e Tecnológica do Brasil, ao apresentar o processo de constituição do Campus Foz do Iguaçu, um dos 26 campus do Instituto Federal do Paraná, que ocorreu em paralelo e dependente dos primeiros movimentos nacionais para constituição da nova Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, que desemboca na Lei 11.892/2008. A história inicial do Câmpus, localizado no município de Foz do Iguaçu,  se confunde com a luta pela superação da dualidade histórica entre trabalho manual e intelectual, bem como entre o treinamento para trabalhar e o trabalho como princípio dedutivo. A tentativa de superação está no símbolo adotado pelo Câmpus Foz, em que o escrito José Saramago lhe presta homenagem com uma frase símbolo, inscrita na ocasião de sua inauguração. Esta pesquisa é descritiva, com base em fontes primárias, entrevistas e algumas bibliografias e na experiência profissional dos autores. É a ocasião da memória histórica, formalizada no artigo, ser instrumentos de análise crítica para estudiosos da educação. O desenrolar conclui que o esforço para mudar um paradigma legal e cultural, se dá por etapas e esforço coletivo, permanente, com vista a apontar uma instituição para formação de cidadão autônomos e emancipados. 


Palavras-chave


Expansão da rede federal; Educação tecnológica; Histórico do Câmpus Foz; História do IFPR.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254774rmsh2020vol5n2996

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Irineu Mario Colombo, Carmen Mazepa Ballão, Luiz Carlos Eckstein, Leonir Olderico Colombo

Revista Mundi Sociais e Humanidades ISSN 2525-4774

Qualis: B2 - Ensino, B4 - Interdisciplinar, B4 - Psicologia