CONCEPÇÕES DE TECNOLOGIA E PROGRAMADORES DE SOFTWARE: OS ESTUDOS CTS NA FORMAÇÃO DE TRABALHADORES DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Mayara Cristina Pereira Yamanoe, Mário Lopes Amorim

Resumo


Esse trabalho analisa as concepções sobre a categoria Tecnologia na formação de programadores de software no Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação (APL de TI) da região Sudoeste do Estado do Paraná. Tais reflexões originam-se na pesquisa sobre formação para o trabalho, no trabalho e para além do trabalho de programação, realizada a partir da coleta de dados por meio de instrumentos mistos, entrevistas e análise documental, sob a perspectiva teórico-metodológica do materialismo histórico e dialético. Nesse sentido, as informações levantadas na pesquisa permitiram também a busca pela identificação de quais concepções de Tecnologia são veiculadas nos processos formativos, especialmente os realizados pelos cursos de graduação na área de tecnologia. Foi possível verificar, de forma geral, uma perspectiva ancorada no determinismo tecnológico, que se faz presente tanto nos documentos orientadores dos cursos quanto nas falas dos programadores entrevistados. Dessa forma, buscamos trazer algumas reflexões sobre o campo de estudos críticos sobre Ciência Tecnologia e Sociedade (CTS) em contraposição à concepção hegemônica presente, que defende a tecnologia como determinante dos rumos da sociedade, naturalizada nas práticas sociais, correlacionadas à formação de trabalhadores. Considerando que esses trabalhadores têm como objeto de sua prática o desenvolvimento de tecnologias informacionais, considera-se fundamental compreender suas concepções sobre tecnologia.


Palavras-chave


Programadores de Software; Formação de Trabalhadores; Determinismo Tecnológico; Estudos CTS.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254782rmetg2020vol5n31230

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Mayara Cristina Pereira Yamanoe, Mário Lopes Amorim

Revista Mundi Engenharia, Tecnologia e Gestão ISSN 2525-4782

Qualis: B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, B5 - Comunicação e Informação, B5 - Engenharias III