VARIABILIDADE DA ESTIMATIVA DE EVENTOS EXTREMOS DE PRECIPITAÇÃO NO MUNICÍPIO DE MACAÉ – RJ

Isabor Viana Sant'Ana Mendes, Aline Míriam Marques, Danilo de Assis Amaral, Bruno Luis da Silva Maia, Flávia Ribeiro Villela Fernandes, Marcos Antônio Cruz Moreira

Resumo


O estudo de eventos extremos de precipitação torna-se essencial e relevante devido aos impactos e implicações que estes eventos provocam na sociedade. No município de Macaé esses eventos adversos são constantes, sendo o que mais registrou ocorrência de alagamentos caracterizados como desastres no estado do Rio de Janeiro, no período de 1991 a 2012, no Atlas Brasileiro de Desastres Naturais. Assim, o objetivo deste trabalho foi analisar a variabilidade dos valores obtidos através dos métodos Generalized Extreme Value (GEV) e Generalized Pareto Distribution(GPD) para determinação do nível de retorno de eventos extremos de precipitação no município de Macaé. O modelo estatístico Analysis of Variance (ANOVA) foi adotado e o diagnóstico do modelo validado. Adicionalmente, a análise post hoc foi realizada através do Tukey Honest Significant Difference. As análises estatísticas foram implementadas no ambiente de software R. De fato, constata-se que existem diferenças significativas entre as estimativas dos níveis de precipitação segundo métodos e estação do ano. Os resultados podem auxiliar análises futuras e corroboram com a escolha do melhor método para entender a variação e o comportamento de eventos com grandes volumes pluviométricos em curta duração de tempo ou enxurradas. Sendo portanto, um estudo relevante para auxiliar no planejamento e na implementação de ações de políticas públicas a serem aplicadas em problemas oriundos de tais eventos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254782rmetg2021vol6n21381

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Isabor Mendes, Aline Marques, Danilo Amaral, Bruno Maia, Flávia Villela, Marcos Cruz

Revista Mundi Engenharia, Tecnologia e Gestão ISSN 2525-4782

Qualis: B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, B5 - Comunicação e Informação, B5 - Engenharias III