TENDÊNCIAS E DESAFIOS NA PRODUÇÃO DE “CARNE LIMPA”: UMA REVISÃO UTILIZANDO A METHODI ORDINATIO

Mayara Scheffer, Alessandra C. Novak Sydney, Sabrina Ávila Rodrigues

Resumo


Os sistemas de produção e consumo de carne são alvos de estudos, críticas e questionamentos há bastante tempo. A tendência crescente de consumo de carne acompanhada do aumento da população mundial sugere a busca por alternativas para os sistemas produtivos convencionais de alimentos para que, no futuro, segurança e qualidade nutricional sejam garantidos a população. Neste contexto, as carnes cultivadas em laboratório, também chamadas de “carne in vitro” ou “carne limpa”, fazem parte de um novo campo de estudo que pretende atrair consumidores mais críticos com relação aos danos ambientais da produção convencional. Esta revisão sistemática de literatura foi elaborada utilizando a Methodi Ordinatio para obtenção dos artigos de maior relevância sobre o tema considerando fatores como o número de citações, ano de publicação e fator de impacto. Os dados foram extraídos das bases de dados Science Direct, Scopus e Web of Science e a seguinte combinação de palavras-chave e operadores booleanos foi utilizada (“in vitro meat” OR “cultivated meat” OR “cultured meat”) AND (“sustainability” OR “food security”). As 20 publicações resultantes foram gerenciadas utilizando o Mendeley e uma análise de tendência baseada na recorrência de palavras-chave foi feita utilizando o VOSviewer. Os resultados forneceram um panorama sobre os principais driversde consumo de carne, um breve histórico sobre as carnes in vitro e suas principais técnicas de produção. Mesmo com o avanço da tecnologia, a indústria da “carne limpa” ainda enfrenta alguns entraves com relação ao uso de matérias-primas livres componentes animais para o cultivo, o custo e a palatabilidade do produto final, a produção em larga escala, além da comprovação da sustentabilidade ambiental do processo. A carne in vitro é, portanto, uma área de fronteira da biotecnologia, o que propicia um campo amplo para o desenvolvimento de pesquisas e de novas técnicas para se tornar um produto palpável.

Palavras-chave: carnes in vitro, sustentabilidade, segurança alimentar, agricultura celular, inovação.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254782rmetg2021vol6n21473

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Mayara Scheffer, Sabrina Ávila Rodrigues, Alessandra C. Novak Sydney

Revista Mundi Engenharia, Tecnologia e Gestão ISSN 2525-4782

Qualis: B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, B5 - Comunicação e Informação, B5 - Engenharias III