MODELAGEM FÍSICA DA VELOCIDADE DE DERIVA POR ONDAS DE GRAVIDADE REGULARES

Lenin Domingues Garcia, Eduardo Puhl

Resumo


As ondas marítimas possuem a particularidade de transportar matéria, além de energia. Trata-se de um conceito responsável por muitos estudos na área de hidráulica marítima. Um exemplo claro é o transporte de manchas de óleo e poluentes por vastas regiões oceânicas pela ação das ondas de gravidade. O presente estudo tem o objetivo de verificar a validade de modelo teórico para estimativa da velocidade de deriva de ondas de gravidade regulares através de modelagem física em canal fechado. Foi utilizado o Canal de Ondas do IPH, o qual possui batedor de ondas articulado em uma das extremidades e uma praia artificial na outra. O comprimento do canal atinge 42 m por 1 m de largura e 0,53 m de profundidade na seção de medição. O transporte de massa foi avaliado através da medição de perfis verticais da velocidade média temporal, os quais apresentaram um padrão de recirculação no canal analisado: a região junto ao leito apresenta um transporte de massa em direção à praia, já a região superior apresenta um fluxo de retorno ao gerador de ondas. Os resultados apresentam boa similaridade com o modelo teórico na forma do perfil. Porém, as discrepâncias foram maiores tanto para as camadas mais longe do leito quanto para ondas de maior período.

Palavras-chave


Ondas marítimas; Velocidade de Stokes; Ensaios de laboratório; Modelagem física;

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254782rmetg2017vol2n1329

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Lenin Domingues Garcia

Revista Mundi Engenharia, Tecnologia e Gestão ISSN 2525-4782

Qualis: B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, B5 - Comunicação e Informação, B5 - Engenharias III