Modelo de estimativa de vida útil baseado na penetração de íons cloreto: uma análise paramétrica

Gustavo Bosel Wally, Félix Krolow Sell Junior, Leandro Cândido de Lemos Pinheiro, Fábio Costa Magalhães, Mauro de Vasconcellos Real

Resumo


O principal agente de degradação de estruturas de concreto armado expostas a ambientes marinhos é o íon cloreto. Frente a isso, nos últimos anos diversos modelos têm sido desenvolvidos e aprimorados visando descrever da melhor forma possível o complexo fenômeno da penetração de íons cloreto no concreto. Um desses modelos foi proposto pelo projeto europeu DuraCrete no ano 2000 e, após sofrer algumas modificações, tem sido incorporado por países da Europa em suas normas de concepção de projetos com vistas à durabilidade, propondo uma análise baseada na segunda lei da difusão de Fick combinada a um coeficiente de difusão variável no tempo. No presente trabalho foi realizada uma análise paramétrica desse modelo, visando avaliar a influência de cada um de seus parâmetros básicos na concentração de cloretos no interior da estrutura, considerando cada variável como uma grandeza aleatória que apresenta um valor médio e um desvio padrão característico. A análise foi realizada a partir de um método de simulação numérica (Simulação de Monte Carlo) afim de estimar a concentração de cloretos na profundidade da armadura da estrutura em um período de 50 anos. Verificou-se a convergência estatística do modelo e se concluiu que o cobrimento da armadura, a influência da idade na difusão e a temperatura à qual a estrutura é exposta são os parâmetros que atuam mais fortemente na concentração de cloretos e, portanto, necessitam de maior atenção.

Palavras-chave


Penetração de cloretos; Durabilidade; Análise paramétrica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254782rmetg2019vol4n2791

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Gustavo Bosel Wally, Félix Krolow Sell Junior, Leandro Cândido de Lemos Pinheiro, Fábio Costa Magalhães, Mauro de Vasconcellos Real

Revista Mundi Engenharia, Tecnologia e Gestão ISSN 2525-4782

Qualis: B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, B5 - Comunicação e Informação, B5 - Engenharias III