MODELAGEM MULTICRITÉRIO DA COPA DO MUNDO DE 2018 UTILIZANDO MÉTODO PROMÉTHÉE II

Daniel Nocera de Campos, Alisson de A. Freire, Henrique Rego Monteiro da Hora, Cristine Nunes Ferreira

Resumo


O futebol é um esporte que tem grande impacto social e econômico no âmbito mundial. Clubes e seleções são cada vez mais vistos como um negócio rentável, e obrigatoriamente a eficiência de times tem cada vez mais papel importante em sua sobrevivência. Até a Copa de 2018 a FIFA utilizava um método de cálculo de ordenação que tinha características compensatórias, onde bons desempenhos em alguns critérios suprem a deficiência em outros. Este trabalho se propõe em dar um tratamento não compensatório e multicritério para ordenação das seleções participantes da Copa do Mundo de 2018 adotando o método PROMÉTHÉE II. Os resultados apontam dispersões com relação a classificação final da Copa 2018 e o rank FIFA de clubes. A ordenação encontrada no trabalho é considerada mais realista, pois incorpora elementos de imprecisão e não-compensação..


Palavras-chave


Prométhée II. Copa do mundo. Modelagem multicritério.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254782rmetg2019vol4n5936

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Daniel Nocera de Campos, Alisson de A. Freire, Henrique Rego Monteiro da Hora, Cristine Nunes Ferreira

Revista Mundi Engenharia, Tecnologia e Gestão ISSN 2525-4782

Qualis: B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, B5 - Comunicação e Informação, B5 - Engenharias III