CONSERVAÇÃO DA FAUNA NO CONTEXTO DA AGRICULTURA CONVENCIONAL: UM ESTUDO DE CASO NA FAZENDA DO ZOOLÓGICO DE SÃO PAULO, ARAÇOIABA DA SERRA, SP

Lais Rodrigues Pereira, Marcelo Nivert Schlindwein

Resumo


Diante do impacto das atividades da agropecuária no ambiente, é necessário aprimorar políticas e incentivar um modelo de desenvolvimento agrícola que mantenha a produtividade, porém de forma sustentável preservando a biodiversidade, como propõe a agroecologia. Outra ameaça silenciosa da agricultura convencional é a contaminação pelos agrotóxicos e é nesse contexto que a agroecologia e a biologia da conservação se encontram em interesses comuns a fim de preservar a fauna presente nesses espaços. Esse trabalho apresenta um recorte da riqueza de mamíferos da Fazenda do Zoológico de São Paulo, localizada em Araçoiaba da Serra, SP. A metodologia utilizada para o levantamento foi a análise dos registros por armadilhas fotográficas. Foram analisados mais de 17 mil vídeos que capturaram, inclusive, espécies ameaçadas de extinção como o tamanduá-bandeira. Entendendo a fazenda como um espaço potencial para a conservação da fauna silvestre, os dados levantados nesse trabalho visam subsidiar a proposta da transição agroecológica, destacando a ferramenta de Sistemas Agroflorestais (SAF).


Palavras-chave


Agroecologia. Conservação “in situ”. Mastofauna Sistema agroflorestal.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254790rmmaa2021vol6n11284

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Lais Rodrigues Pereira

Revista Mundi Meio Ambiente e Agrárias ISSN 2525-4790

Qualis: B2 - Sociologia, B4 - Interdisciplinar, B5 - Geografia, B5 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo