Estrutura de prática e processo adaptativo em aprendizagem de habilidades motoras: o que a literatura nos conta?

Ivan Wallan Tertuliano, José Maria Montiel, Henrique de Oliveira Castro, Vivian de Oliveira

Resumo


A prática é concebida como um dos conceitos mais relevantes para área do comportamento motor, e sua manipulação, enquanto estrutura, tem sido alvo de diversas investigações. Assim, o objetivo do estudo foi elucidar sobre a importância da estrutura de prática no processo de ensino-aprendizagem de habilidades motoras, tendo como pano de fundo o modelo teórico denominado de “processo adaptativo em aprendizagem motora”. Para isso, utilizou-se de uma revisão narrativa sobre a temática, apoiando-se na revisão de estudos clássicos e contemporâneos, nacionais e internacionais. Os estudos revisados tem apontado para uma prática constante no início da aprendizagem, seguida de uma prática aleatória, após o aprendiz apresentar uma certa consistência nas ações, como mais benéfico para o processo de aprendizagem. Os estudos sugerem, também, que não existe a necessidade de muita prática constante após a estabilização dos parâmetros de aprendizagem da habilidade motora. Todavia, os resultados foram, em grande parte, obtidos com a participação de crianças, não permitindo a generalização dos resultados para outras populações. Diante desses apontamentos, pode-se concluir que existe a necessidade de mais investigações com o intuito de verificar as limitações apresentadas.


Palavras-chave


Aprendizagem Motora. Prática. Estrutura de Prática. Processo Adaptativo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254766msb2021vol6n21515

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista Mundi Saúde e Biológicas (ISSN: 2525-4766)

Revista Mundi Saúde e Biológicas ISSN 2525-4766

 

Bases indexadas