CONCEPÇÕES DE SAÚDE-DOENÇA-CUIDADO SOB A ÓTICA DE HIPERTENSOS: CONVIVENDO COM A DOENÇA E SEU TRATAMENTO

Denise Albieri Jodas, Simone Roecker, Roberta Ramos Pinto, Ana Lucia Bento Sabóia

Resumo


Este artigo trata-se de um estudo qualitativo realizado com hipertensos. Seu objetivo foi compreender as concepções de saúde-doença-cuidado a partir dos relatos de hipertensos. Tais sujeitos foram selecionados em um projeto de pesquisa e extensão de uma escola federal. Os dados foram coletados no mês de dezembro do ano de 2012 por meio de entrevistas semiestruturadas gravadas e confecção de desenhos, posteriormente submetidos à análise de conteúdo categorial. Emanaram da análise dos discursos três categorias: 1) Diagnosticando a doença; 2) Delineando a doença e 3) Convivendo com a doença e o tratamento. Na fala da maioria observou-se a presença de sofrimento psicológico no momento do diagnóstico da hipertensão e no convívio diário com a doença. Percebeu-se que a hipertensão é traduzida na preocupação com a circulação do sangue e o perigo das veias e artérias obstruírem, ocasionando risco de maiores complicações. Além disso, para os entrevistados, a privação de hábitos alimentares anteriormente adotados causaram grande impacto e frustração. Suas preocupações em conviverem com a hipertensão se resumiram na responsabilidade de ingerir o medicamento e na mudança dos hábitos de vida. A compreensão das concepções e sentimentos descritos pelos hipertensos a partir do diagnóstico da doença se faz necessária a fim de humanizar o atendimento, sensibilizar os profissionais que atuam com hipertensos, contribuindo com ações de saúde individualizadas e efetivas que possam abrandar e apoiar a convivência com o processo de saúde-doença-cuidado.

Palavras-chave


Hipertensão. Doença crônica. Educação em saúde. Saúde coletiva. Autocuidado.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254766msb2016vol1n134

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Mundi Saúde e Biológicas

Revista Mundi Saúde e Biológicas ISSN 2525-4766

 

Bases indexadas