CORRELAÇÃO ENTRE FATORES DE RISCO À SAÚDE DE ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO

Izael Rodrigues Cação Junior, Guilherme da Silva Gasparotto

Resumo


Descrever a ocorrência de fatores de risco bem como verificar como eles se relacionam são ações importantes para propor medidas de intervenção de combate ou controle desses possíveis problemas entre os adolescentes. O objetivo deste estudo foi descrever a prevalência de excesso de peso corporal, circunferência de cintura elevada, prática insuficiente de atividade física, risco alimentar e verificar a correlação desses fatores com as medidas de pressão arterial entre os alunos de ensino médio. Foram mensurados valores de massa corporal e estatura para o cálculo do IMC e a circunferência da cintura. Já a prática de atividade física foi obtida por meio do Intenational Physical Activity Questionnaire, com o qual se verificou a prática semanal de atividade física moderado-vigorosa (AFMV) e de atividade física vigorosa (AFV). Por fim, o risco alimentar foi identificado pelo Questionário Simplificado de Frequência Alimentar e a pressão arterial foi mensurada pelo método auscultatório com utilização de esfigmomanômetro analógico e estetoscópio. Dos 80 alunos matriculados nos cursos técnicos em Informática e Administração integrados ao ensino médio, foram avaliados 73, sendo que, desse total, 58,9% encontraram-se insuficientemente ativos, 21,9% com excesso de peso corporal, 13,7% com a circunferência da cintura acima do recomendado para a idade e 49,3% demonstraram comportamento alimentar de risco para doenças cardiovasculares. Foi detectada relação entre as variáveis minutos em AFV e pressão arterial diastólica (PAD) (r = - 0,24) bem como o IMC relacionado também com a PAD (r = 0,26). Foi possível perceber que mais da metade dos estudantes são insuficientemente ativos e que quase a metade deles se alimenta de forma inadequada. A análise de correlação mostrou, ainda, que, apesar de uma relação fraca, quanto mais AFV os alunos praticam menor a PAD e que os valores da PAD se elevam de acordo com o aumento do IMC.


Palavras-chave


Estudantes. Fatores de risco. Estilo de vida. Atividade física. Adolescentes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254766msb2016vol1n173

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Mundi Saúde e Biológicas

Revista Mundi Saúde e Biológicas ISSN 2525-4766

 

Bases indexadas