A INFLUÊNCIA DAS VARIAÇÕES POPULACIONAIS NOS CURSOS DE NÍVEL MÉDIO: O CASO DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ

Gilmar Jose Hellmann

Resumo


Considerando-se a tendência de mudanças na pirâmide populacional do Estado do Paraná até 2030, presume-se que a variação da faixa etária entre 15 e 17 anos ocasionará mudanças para os cursos de ensino médio integrados no Instituto Federal do Paraná. Utilizando-se de indicadores populacionais e educacionais, desenvolvem-se possíveis cenários que impactariam na oferta desse nível de cursos para tal autarquia da Rede Federal de Ensino. Na primeira parte do trabalho, contextualiza-se a demanda populacional em municípios onde há Campus do IFPR. Na segunda parte, detalha-se o problema com dados e informações da demanda populacional para esse nível de ensino, destacando-se a elevação concorrencial entre ofertantes da Rede Pública Estadual e as consequências para o ensino médio regular de formação tecnológica e profissionalizante. Na terceira parte, com a mesma metodologia, sugere-se otimização da estrutura física e humana do IFPR com enfoque em outro público de pessoas que possam ser destinatários do ensino de nível médio, a fim de estarem aptas a prosseguirem na qualificação formal, educacional e profissional. Assim, a autarquia federal corroboraria na realização das metas de eficiência quantitativa e qualitativa do Plano Nacional de Educação e promoveria o desenvolvimento local e regional no Estado do Paraná. 


Palavras-chave


Demografia Educacional. Educação Profissional e Tecnológica. Desenvolvimento Local e Regional. Educação Pública.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254774rmsh2016vol1n1114

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Gilmar Jose Hellmann

Revista Mundi Sociais e Humanidades ISSN 2525-4774

Qualis: B2 - Ensino, B4 - Interdisciplinar, B4 - Psicologia